Menu Paginas

5 de mar de 2013

Astrônomos podem ter flagrado nascimento de planeta

Astrônomos obtiveram aquilo que acreditam ser a primeira observação direta de um planeta em formação, ainda envolto por um espesso disco de gás e poeira.

Se for confirmada, esta descoberta ajudará a compreender melhor como se formam os planetas, uma vez que será possível testar as teorias atuais em um alvo observável.

Uma equipe internacional liderada por Sascha Quanz (ETH Zurique, Suíça) estudou o disco de gás e poeira em torno da estrela jovem HD100546, uma estrela relativamente próxima, situada a 335 anos-luz de distância da Terra.

A equipe surpreendeu-se ao descobrir o que parece ser um planeta em formação, ainda envolto no disco de material que rodeia a estrela. O candidato a planeta será um gigante gasoso semelhante a Júpiter.

"Até agora, a formação de planetas tem sido um tópico desenvolvido essencialmente por simulações de computador", diz Sascha Quanz. "Se a nossa descoberta for confirmada como realmente um planeta em formação, então pela primeira vez os cientistas poderão estudar de forma empírica o processo de formação planetária e a interação entre um planeta em formação e o seu meio circundante, desde a fase primordial."


Nenhum comentário:

Postar um comentário